Mãe de Gugu Liberato relembra medo da doação de órgãos do filho

Em entrevista, Maria do Céu confessa que não queria autorização doação por causa de um receio
Gugu Liberato e a mãe, Maria do Céu
Gugu Liberato e a mãe, Maria do Céu - Crédito: Reprodução / Instagram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Mãe do apresentador Gugu Liberato, Dona Maria do Céu relembrou como foi a decisão de doar os órgãos do filho para a morte encefálica ser declarada. Quase um ano após a morte do filho, ela deu uma entrevista para o Jornal da Record e disse que, na época, ficou apreensiva ao autorização a doação.

À princípio, Maria do Céu não queria fazer a doação com medo de que o corpo do filho ficasse deformado. Porém, ela mudou de ideia e autorizou o procedimento.

“Eu nem queria assinar, no começo, para tirarem as coisas do corpo dele porque ele iria ficar deformado”, confessou. Ela ainda contou: “Então, por isso que eu falo, as pessoas que quiserem doar, que elas não tenham medo que a pessoa vá ficar deformada, porque ela vai ficar igualzinha como ela era. O Gugu ficou igualzinho como ele era. Nem se notava que ele tinha tirado a córnea, que ele tinha tirado qualquer órgão”

No próximo sábado, 21/11, a família de Gugu Liberato lançará a campanha Gugu Vive, que vai incentivar e conscientizar sobre a doação de órgãos.

Veja mais

Últimas Notícias